Tinha este desejo, mas muito pouco tempo para o concretizar, e agora surgiu a oportunidade… participar num book club!

A ideia é ler um book sugerido pela coordenadora do club, que passado um mês reune para debater esse livro com um grupo de pessoas. Pareceu-me uma boa oportunidade quando vi que na biblioteca local tinham imensos book clubs, resolvi experimentar o Morning Book Club, e pensei: leio, discuto, conheço outras pessoas e ainda faço novos amigos 🙂

Depois de ler de enfiada o Ordinary Grace do William Kent Krueger, um New York Times Best Seller…mas também qual é o livro que não é Best Seller do NYTimes? lá fui eu reunir com o grupo que todas segundas terças-feiras de cada mês se junta numa das salas de reunião da biblioteca. Perguntei onde era a sala e lá fui eu, quando abri a porta da sala pensei que me tinha enganado, mas depois de perguntar confirmei que era ali mesmo! Por momentos parecia que tinha entrado numa residência de 3ª idade porque 90% da população tinha garantidamente perto de 80 anos. Lembrei-me logo das aulas de hidroginástica que fiz quando estava grávida. Uma das senhoras depois de saber que eu era portuguesa disse que já tinha estado em Lisboa há mais de 15 anos…quando ainda conseguia movimentar-se, penso eu!?

Estas old ladies apesar da aparência eram bastante desempenadas a falar e eram pouco conservadoras nas opiniões que davam sobre o comportamento das personagens do livro, ainda assim vou procurar outro book club que tenha malta mais para a minha idade, porque quanto ao fazer amigos, penso que aqui não vou encontrar amizades muito duradouras!

Mas quando tiver 80 anos, espero vir a ser como elas e andar metida em book clubs, crochet clubs, floral clubs e whatever clubs, nem que vá de andarilho, mas para já parece-me too soon!

Unknown

 

Advertisements