Tags

, , ,

Já sabia que este dia, mais cedo ou mais tarde ía chegar! e aí está ele…

-Mamã, sabes quem é a Sidney? Sabes, ela usa sempre roupas tão giras e acessórios tão giros, e diferentes, estás a ver? Ela é tão criativa!

-Humm-humm

-Sabes ela tem umas unhas postiças muito giras, têm laços com brilhantes e manicure francesa cor-de-rosa fluorescente! Já sei onde se compram e como se põe, basta por um pinguinho de cola em cada unha e depois aquilo cola à unha e dura uma semana! São linndas! Podemos ir comprar, podemos, podemos, podemos, podemos, podemos, podemos?

(eu, que já tinha começado a hiperventilar na palavra postiças)

-Mas essa miúda, vai com essas unhas para escola? ela consegue escrever? e a mãe deve deixar fazer tudo, claro! se calhar até gosta, hummmm…

Depois de fazer várias advertências sobre o uso das unhas, e dos malefícios da cola em unhas tão delicadas e jovens como as delas (as minhas bebés), lá fomos à Claire’s comprar as malditas unhas, ligeiramente diferentes das da Sidney mas igualmente espalhafatosas para deixar as minhas baby girls radiantes.

Crescer, mudar de país, mudar para uma escola que parece saída das séries da Disney Channel, deixar de usar uniforme e ter um mundo escancarado de oportunidades à porta, dá nisto! Não conseguimos dizer não a tudo, temos de conseguir dosear o Não.

Ao fim de três dias as unhas postiças caíram e elas perceberam que dava demasiado trabalho voltar a colocá-las e acabaram arrumadas dentro de uma caixa.

E agora, querem saber realmente como eram as unhas? Acreditem que as da Sidney era muito piores 🙂

image

 

 

 

 

 

 

Advertisements