Tags

, , , ,

Se este item não constar na vossa Bucket List de Chicago, é favor incluir:
Ouvir Chicago blues ao vivo num club mítico da cidade ☑️

O estilo musical nascido no Mississippi veio parar a Chicago durante a década de 40, através da comunidade african-american que se mudou para as zonas industrializadas mais a norte, nos U.S. Com a sonoridade da guitarra-elétrica e da harmónica, o blues evoluiu do estilo country para um mais urbano e Chicagueano :), mas não vos vou maçar mais com a história, porque se quiserem podem ir ao Google, e descobrem muitas outras curiosidades. O que vos queria falar mesmo era do Kingston Mines que é só o maior e o mais antigo club de blues de Chicago. Fundado em 1968, desde então tem concertos todas as noites da semana, em dois palcos!!

O KM já ganhou vários prémios, tem certificados de excelência do Trip Advisor – o que justifica as filas à porta para comprar bilhete! Mas para não irem ao engano, e pensarem que lá dentro vão encontrar um espaço trendy com sofás de pele, candeeiros com vitrais e por aí fora, não…neste “cafunfo”, como diria a minha amiga Natacha, estão a marimbar-se para o decor ( as ventoinhas de tecto devem estar lá desde 1968, sem manutenção…), o menu do restaurante não deixa água na boca, portanto, se aqui entrarem vão ouvir música da boa, sem mariquices e até as 5:00 am – how cool is this?

Dançar é permitido, beber e falar alto também! Vir a Chicago e não ir ao Kingston Mines ouvir blues é mais ou menos como ir a Lisboa e não ir à Adega Machado ouvir um faduncho!

“Hear Blues – Drink Booze – Talk Loud – You’re Among Friends!” ™

img_3638

Advertisements